OELA articula cotas para população tradicional e extrativistas junto à UEAP

By
doação

Aconteceu nesta segunda-feira (16/12) a XCI Reunião do Conselho Superior Universitário (Consu) da Universidade do Estado do Amapá – UEAP em sessão extraordinária, foi aprovado a reserva de 5% de vagas para ingressar nos cursos de nível superior da universidade. A medida já entra no Processo Seletivo Simplificado de 2020.

A conquista é fruto da articulação entre a Oficina Escola de Lutheria da Amazônia – OELA, com a Associação das Comunidades Tradicionais do Bailique/ACTB- gestora do Protocolo Comunitário do Bailique e com o Comitê Gestor do Protocolo Comunitário da Beira Amazonas, junto a pró-reitoria de extensão da UEAP.

Este fato é inédito, a UEAP entra no marco histórico da primeira universidade com reserva de cotas para população tradicional.

Compartilhe!
doação
doação